5 erros de cálculo que muitos salões cometem

jul 4, 2016   //  por admin   //   Blog  //  Comentários desativados em 5 erros de cálculo que muitos salões cometem

calculator-1330104_960_720

Há questões específicas que envolvem a administração financeira de um salão de beleza, um negócio complexo, diferentemente do que muitas pessoas pensam. Cinco erros de cálculo ocorrem com bastante frequência. Quais são eles? Confira:

  1. Pagar a participação dos profissionais de salão sobre os serviços prestados antes de descontar o custo direto da prestação de serviços(produtos, toalhas, etc.) e o custo fixo de cada serviço (despesas fixas rateadas por serviço). Quando não se desconta estes itens, significa dizer que o salão está pagando, aos profissionais, participação sobre produtos e sobre as despesas fixas do salão. Além do despropósito operacional ainda há o impacto negativo sobre a formação dos preços.
  1. Copiar os preços dos concorrentes. Isto significa que o gestor não está considerando a sua realidade de custos. Muitos salões copiam diretamente os preços de outros salões. É fundamental compreender que o preço precisa ser calculado e que, em função da estrutura de custos, nunca será igual de um salão para outro.
  1. Calcular as despesas sem o pró-labore dos sócios. Muitos salões são bancados por um proprietário cabeleireiro, que deixa um percentual da sua renda como profissional para pagar despesas que deveriam ser bancadas pelo salão. Caso semelhante acontece com a ausência de um pró-labore do proprietário. A ausência de pró-labore sinaliza ausência de gestão.
  1. Desconsiderar as despesas financeiras. As despesas financeiras podem causar uma grande catástrofe aos salões. Deixando de considerar as despesas financeiras nos cálculos da operação, muitas vezes se compromete integralmente o empreendimento. Desde a formação dos preços até a elaboração de demonstrativo de resultado as despesas financeiras precisam ser consideradas como parte indissociável da operação de um salão.
  1. O erro de cálculo de não fazer cálculos. A ausência de cálculos demonstra ausência de objetivos e de parâmetros para acompanhamento. Muitos gestores acreditam que não é preciso controle se todo o dia tem dinheiro no caixa. Acontece que uma boa parte daquele dinheiro não é do salão e sim dos seus credores. Misturar tudo num bolo só é um grande, senão o maior dos erros.

O ajuste nos cálculos pode trazer ao salão uma nova situação financeira, mesmo que este ajuste tenha que ser realizado por etapas. Não deixe para amanhã o que precisa ser iniciado hoje.

Comments are closed.