Se fosse fácil todo mundo faria!

jan 13, 2015   //  por admin   //   Blog  //  Comentários desativados em Se fosse fácil todo mundo faria!

Posso pensar? Um minuto. Preciso de mais tempo. Eu não sei se vou conseguir. Acho que não dá. Eu nunca fiz isto antes. Isto parece muito difícil. Claro que não. Estas são frases de rejeição a tudo aquilo que muitos consideram fácil. Minha observação: se tudo fosse tão fácil como parece todo mundo faria! Vou dar dez exemplos:

  1. Ajustar as contas pessoais – cerca de 40 milhões de brasileiros convivem com o endividamento. Devem para lojas, bancos, parentes e amigos. Ajustar as contas pessoais parece a coisa mais fácil de ser realizada. As contas das empresas sofrem do mesmo problema, as vezes ainda mais sério, porque o equilíbrio depende de muito controle.
  2. Beber água e recusar os refrigerantes – 60% (para mulheres)  e 65% (para homens) do organismo humano é formado por água. Água e não refrigerantes, mesmo que tenham água. O pH do refrigerante é diferente da água e do pH do sangue. Ingerir água, só água, seria o mais aconselhável dos bons hábitos. A mídia transformou o refrigerante em um bem de primeira necessidade. Barco furado!
  3. Evitar excessos – todos os excessos. Comer, dormir, gastar. Também entram os excessos ligados aos vícios. Incluindo o cigarro, causador de inúmeros males o número de dependentes químicos no Brasil se aproxima dos 50 milhões de pessoas. Assustou?
  4. Doar o excesso – tudo que você tem e não usa deveria ser doado. Sempre. A cada mês. Há milhões de pessoas sem o que vestir e onde dormir. Sem o que comer há quase dois milhões de pessoas no Brasil.  Lá do outro lado, a humanidade promove  uma acumulação desproporcional. Mesmo que fosse útil acumular, sobra muito para doar. Descontando as pessoas que não têm o que comer, há cerca de 1,4 milhão de pessoas no Brasil que sobrevivem dos lixões. Muitas coisas que poderiam ser doadas acabam lá.
  5. Fazer o mínimo de exercícios – mínimo é um pouco mais do que nada. Uma pequena caminhada, subir escadas, um tempo de alongamento, uma volta na quadra da sua casa ou do seu trabalho.
  6. Sorrir – desde um sorriso leve até uma grande gargalhada. A alegria faz parte das pessoas leves e também faz parte das empresas que crescem, que envolvem e conseguem o comprometimento de seus colaboradores. Sem sorrisos a vida fica mais dura que o necessário.
  7. Abraçar – este é um exercício que deveria ser feito sempre. Abraçar é uma terapia. Ele ajuda a reduzir stress, transmite acolhida e aceitação.
  8. Perdoar – o exercício do perdão é sabido como um dos mais importantes para aliviar dores e sofrimentos. Desafio a todos nós a perdoar a pessoa ou o fato que mais trouxe raiva ou ódio. Fácil falar, difícil fazer.
  9.  Amar e respeitar a si mesmo – compreendendo potenciais e limitações, buscando harmonia consigo mesmo, refletindo e se empenhando para melhorar o que precisa ser melhorado, sem colocar a responsabilidade ou a culpa em terceiros.
  10. Conversar com os amigos – parece fácil, mas quanto tempo se passou desde a última vez que você sentou para conversar com seus melhores amigos?

Muitos dos problemas humanos acontecem pela baixa atenção a estes dez hábitos, que nunca serão só dez. Eles são alguns dos hábitos das pessoas que buscam a felicidade. Eu não consigo ver uma pessoa buscando felicidade odiando a si mesmo, não perdoando, não sorrindo, enfim, deixando de praticar estes dez hábitos. Há muito mais a fazer, mas já é um início!

Se fosse fácil todos fariam!

Comments are closed.