O que exatamente é um excelente salão de beleza?

set 3, 2019   //  por admin   //   Blog  //  Comentários desativados em O que exatamente é um excelente salão de beleza?

 

Quando se trabalha com avaliação de negócios o que se procura é uma medida de efetividade.

No caso específico de salões de beleza você pode medir efetividade sob diferentes perspectivas, isoladamente ou em conjunto, considerando um intervalo de tempo, como por exemplo:

  • faturamento médio x lucratividade;
  • número de serviços prestados e vendas realizadas;
  • número de clientes fidelizados – índice de retorno e índice de abandono;
  • avaliação de satisfação dos clientes;
  • índice de retenção de profissionais – rotatividade do quadro de colaboradores;
  • taxa de cobertura da agenda e muitos outros.

Esses são indicadores que deveriam ser medidos mensalmente, porque oferecem um norte para que os proprietários e gestores possam tomar decisões do que precisa ser ajustado.

Os indicadores são e estão direta ou indiretamente interrelacionados. Um salão perde faturamento e lucratividade porque, normalmente, apresenta algum outro indicador em situação crítica. Um salão excelente mantém estes indicadores sempre em posições de alto desempenho.

O que faz estes indicadores se manterem em posições elevadas de desempenho?

Primeiro é importante responder a duas perguntas:

1) Com quem você se compara?

Imagine um condutor de Fórmula 1 e logo em seguida imagine um condutor que acabou de sair da autoescola. Ambos são condutores de automóveis. Imagine agora a diferença de desempenho que existe entre estes condutores de automóveis. Onde você, ou a pessoa que mais frequentemente lhe oferece transporte estaria numa escala de 0 a 100?

Da mesma forma, há uma escala na classificação de salões. Ela também vai de 0 a 100. Onde o seu salão estaria nesta escala? Com quem você está se comparando? Você sabe quem são os melhores? O que eles fizeram para chegar a uma posição de destaque? Você sabe o que eles estão fazendo neste momento?

Muitas coisas parecem bem simples de executar quando se lê ou se ouve, mas é muito diferente de fazer, de colocar em prática e mais difícil ainda de fazer todos os dias, todas as semanas e meses do ano, por toda a vida, ou até que você mude de atividade. Ser excelente e trabalhar com excelência exige muito mais do que discurso bonito e vontade. Tem que fazer e persistir. Sempre. Isto separa os excelentes dos médios, dos regulares, dos ruins e dos péssimos.

2) O que os seus clientes querem?

Muitas vezes a sintonia entre a percepção de excelência do cliente não é universal. É segmentada. Pode ser para muito mais e para muito menos. Isto muda completamente a escala de comparação e a necessidade de compreensão desta escala é primordial para as decisões dos empresários da beleza. Pode ser que um salão excelente na percepção do público jovem, não seja excelente na percepção do público sênior. Pode ser que as percepções de clientes de alta renda não se compatibilizem com as percepções dos clientes de baixa renda e assim por diante. São leituras segmentadas da escala.

Depois de entender que existe uma escala, seja ela qual for…

Há quatro fatores que credenciam, mas não garantem, um salão de elevado desempenho

  • Excelentes profissionais na percepção dos clientes;
  • Excelente ambiente e ambiência na percepção dos clientes;
  • Excelentes produtos na percepção dos clientes;
  • Excelente funcionamento na percepção dos clientes.

Tire qualquer um destes quatro elementos e você não terá um salão excelente numa escala de comparação que leva em consideração a percepção dos clientes, como fica bem claro.

Eis a importância de saber qual é o seu público. É muito difícil atender de forma adequada a todos os públicos. Você precisa eleger um público-alvo e se dedicar muito a leitura das expectativas deste público em relação aos 4 fatores. São eles, sob a ótica do cliente, que vão dizer se um salão é excelente.

Comments are closed.