O profissional “da vez” no atendimento a clientes!

mar 13, 2015   //  por admin   //   Blog  //  Comentários desativados em O profissional “da vez” no atendimento a clientes!

Muitas vezes parece que um salão de divide em dois: o salão dos clientes conhecidos e o salão dos novos clientes. É lógico que a aproximação com alguns clientes de longa data acabam estreitando o relacionamento.  Porém quando o cliente é novo e chega para ser atendido pelo profissional “da vez” tudo pode acontecer.

Em salões com muitos profissionais, em função de características específicas e por ter se tornando um procedimento arraigado, as coisas funcionam relativamente bem na forma de encaminhar novos clientes de forma equilibrada para os profissionais “em espera”. Em salões menores as discussões em torno do  profissional que atenderá um novo cliente, que não possui um profissional de preferência, causam inúmeros problemas de relacionamento interno.

As acusações são mais intensas quando o proprietário do espaço ou recepcionistas intervém no processo, que seria aleatório, na tentativa de influenciar o cliente na decisão do profissional mais adequado para fazer um determinado serviço. Isto, não raro, acontece pela diferença de qualificação entre profissionais do mesmo espaço. Há também questões de intervenção por vínculos de amizade e até de má fé, quando feito especificamente para prejudicar um colega ou parceiro.

As situações que envolvem a lista do profissional “da vez” são geradoras de conflitos, muitas vezes sérios, com a quebra dos vínculos de confiança. A partir daí um salão não tem um, mas vários problemas para serem administrados, começando pelo clima interno degradado, facilmente percebido pelo cliente que chega pela primeira vez.

É fundamental definir um processo de encaminhamento de clientes que seja confiável, sem abrir exceções e, se houver necessidade de mudar alguma coisa, que seja através de negociação prévia. Os controles visuais, que podem ser acompanhados por todos, ao mesmo tempo, garantem maior transparência ao processo.

Independentemente de quem seja o profissional “da vez”, a vez e a prioridade sempre será do cliente, que não deve perceber, nem tomar conhecimento das questões de organização interna. Se ele for embora por uma impressão ruim na primeira visita, dificilmente voltará.

Comments are closed.