Resultado da Pesquisa & Dicas Para Evitar a Crise

jul 11, 2016   //  por admin   //   Blog  //  Comentários desativados em Resultado da Pesquisa & Dicas Para Evitar a Crise

O resultado da pesquisa realizada pelo HPPO, respondido por 180 salões, foi o seguinte:

Resultado

Movimento caiu: acende o farol! Quando, no meio de uma tempestade, a visão a sua frente reduz você tem duas alternativas: parar ou acender o farol. E agora, o que você vai fazer?

Como já era previsto estamos ouvindo falar em crise o tempo todo. Muitos salões perderam movimento é bem verdade. Este é o efeito do que em economia chamamos – elasticidade preço, ou seja, a variação observada no consumo de produtos e serviços quando há uma variação de preços, ou quando os preços comparados sofrem uma alteração em função das variáveis ligadas a renda.  De uma forma bem prática: se eu ganho menos, gasto menos, ou busco bens ou serviços mais “baratos” para substituir o que, proporcionalmente ficou mais caro. Se eu cortava o cabelo por R$ 50,00 vou buscar um corte de cabelo por R$ 30,00. Gastei menos para ter o mesmo resultado: o meu cabelo cortado.

Isto funciona sempre assim? Não, mas tende a tomar proporções maiores quando há recessão, redução da atividade econômica e queda no nível de emprego.

Acontece que um grande contingente de pessoas acredita numa situação caótica e não é bem assim. Existem ferramentas para o enfrentamento de uma crise e certamente a pior alternativa é ficar lamentando sem fazer nada de prático.

Então, o que um salão deve fazer para enfrentar a crise? Aqui vão dez ações que podem ajudar.

  1. Revisar a estratégia de preços: como pode ser consultado em nosso blog, repetimos esta mesma fórmula há muitos anos. Estratégia de preços não é reduzir preços, nem aumentar preços. Estratégia de preços e definir valores para os serviços com visão mercadológica. Preços equivocados afastam os clientes que fazem cálculos e, no momento de retração do consumo, mais gente faz cálculos. Muitas vezes para se chegar a um novo preço é fundamental estudar os custos em detalhe e revisar processos e procedimentos. Dá um pouco de trabalho, mas o resultado é fantástico.
  2. Lançar novos serviços: é na hora da recessão que novos serviços, que possuam maior apelo junto ao público consumidor, devem ser lançados. Fazer coisas diferentes faz muita diferença no resultado de atratividade.
  3. Fazer Marketing: Marketing é muito mais do que Facebook. Envolve centenas de ferramentas. Os salões falham muito nas ações de Marketing. Repetidamente temos falado que todo o salão precisa de um Menu de Serviços, que deve ser renovado, no mínimo, duas vezes ao ano sempre com novos serviços acompanhando as tendências (Primavera/Verão e Outono/Inverno), que há necessidade de programas que estimulem os clientes a demandarem novos serviços e a passarem por novas e boas experiências. Todos os meses precisam de campanhas específicas, promoções que não sejam somente de redução de preço. Os salões devem utilizar adequadamente o espaço interno para comunicar serviços e produtos. Fazer Marketing 365 dias por ano é indispensável, muito mais ainda quando a economia está em recessão. Como sempre afirmamos em nossos cursos: “nem a Coca Cola, líder de mercado, deixa de fazer Marketing. Ela se tornou líder em função do Marketing e deixará de ser líder se interromper suas ações de Marketing.”
  4. Estabelecer programas de tratamentos e incentivar a indicação de produtos: milhões de mulheres estão com cabelos danificados, milhões de homens possuem caspa. A proposta de tratamentos que podem iniciar no salão e continuar em casa, com a indicação de produtos adequados pelos profissionais cabeleireiros, com acompanhamento sistemático pelo salão. Alguns programas de tratamento podem ser realizados integralmente no salão, como no caso dos processos de reestruturação do fio, para cabelos bastante danificados.
  5. Incentivar financeiramente a venda de produtos e serviços: comissionar os parceiros pelas indicações de produtos e serviços é fundamental. As pessoas precisam de recompensa para se comprometer com ações comerciais. Uma manicure pode ganhar mais indicando serviços adequados de cabelos, quando for treinada para fazer indicações, do que realizando trabalhos de unhas.
  6. Estabelecer a rotina de um dia de venda externa: o gestor do salão deve estabelecer uma rotina de visitas externas para oferecer os serviços dos salões para empresas, condomínios, escolas do seu bairro. Para quem oferece serviços direcionados a noivas é fundamental estar em contato com cerimonialistas, empresas de locação de espaço e de roupas e assim por diante. É importante contar com um bom material de apresentação. Em muitos casos é possível estabelecer convênios com empresas para a prestação de serviços de embelezamento.
  7. Treinar as pessoas para que vendam de forma adequada: vender é função de todos. Uma empresa, de qualquer segmento, inclusive salões, somente sobrevive com vendas. A venda de serviços é uma arte, envolve fatores emocionais, geração de confiança e muito deste processo é intangível, mas há como ser “tangibilizado”. É importante compreender que todas as pessoas podem vender, mesmo sem possuir nenhum talento natural para vendas, desde que seja observada uma determinada metodologia. Vender pode ser uma arte, mas também pode ser um conjunto de técnicas, que quando bem utilizadas geram resultados para todos.
  8. Ligar para os clientes ausentes: importe-se com a ausência dos clientes frequentes. Isto denota respeito, consideração e atenção. Não se trata de um inquérito é definitivamente se preocupar com as pessoas.
  9. Oferecer serviços gratuitos para clientes-chave: gerentes de banco, síndicas(os) de condomínio, proprietárias(os) de lojas, diretores de escola, podem ser convidados a realizar algum serviço sem custo para que conheçam o salão.
  10. Acompanhar com disciplina os resultados e reorientar as ações: os relatórios existem nos sistemas para que apresentem resultados. Quando os resultados ficam abaixo do esperado é fundamental corrigir o rumo das ações. Sempre. Este é um trabalho de gestão que nunca tem fim.

É possível fazer mais do que isto? Certamente há muito mais que pode ser feito, até porque o assunto é muito vasto, mas fazendo metade disto e mantendo o item 10 sempre em execução é difícil não conseguir melhores resultados. Se eles não vierem é porque há alguma questão estratégica para ser estudada.

Boas ações!

Comments are closed.